Cada vez mais os usuários na internet sofrem por ter as suas contas invadidas. No caso do WhatsApp, alguns descuidos na hora de usar o aplicativo pode facilitar a invasão.

Durante a campanha presidencial desse ano, muitas pessoas entre elas jornalistas e políticos, tiveram as suas contas hackeadas, fazendo com que a Polícia Federal iniciasse uma investigação para descobrir os autores da ação.

Mas muitas pessoas ainda se perguntam: É possível invadir uma conta de WhatsApp? Sim, é possível! Por isso separamos algumas dicas do Hacker e Especialista da Informação Igor Rincon, para evitar que isso aconteça. Ele também explica como os invasores agem:

Troca de número do WhatsApp: Nesse caso é enviado via SMS um código que aparece na tela do celular como uma notificação. Caso o invasor tenha acesso físico ao celular da vítima, ele pode pegar a sequência numérica e entrar na conta.

WhatsApp Web: Se uma pessoa tiver acesso ao celular desbloqueado, ela consegue habilitar o WhatsApp Web em outro computador e, com isso, abrir as conversas e os históricos sem alertar o dono da conta.

Programa Malicioso: A pessoa pode instalar um programa no aparelho. Se for o caso de um malware, é possível acessar as fotos do celular e outras informações privadas que estão salvas fora do WhatsApp.

Existem também golpes sofisticados que podem roubar registros do WhatsApp e até clonar o chip da vítima.

Como se proteger

O WhatsApp oferece um recurso de segurança com verificação que pode ser habilitado em duas etapas. Toda vez que o aplicativo for ativado em outro celular, ele vai pedir um código de seis dígitos.

Também é possível mudar as configurações para não exibir notificações do app na tela do celular.

Não clique em promoções enviadas pelo aplicativo e instale um antivírus.

Fonte: Portal R7

Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *
You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>