Maiores redes sociais

Uma pesquisa feita pela We Are Social realizada no final de 2015, o Brasil tem uma média de 45% da população ativa nas redes sociais.

De Janeiro pra cá houve um aumento de 13% da população conectada por mobile, cerca de 91% da população adulta do Brasil tem um aparelho celular, é esse número só vai crescer com o decorrer do tempo, conforme o tempo for passando isso será cada vez mais natural.

Desta forma é importante saber quais são as redes sociais mais acessadas do mundo para aplicar de maneira certa na sua empresa, no seu pequeno negocio ou somente para ficar por dentro do que acontece. Então, vamos lá.

Facebook

size_810_16_9_silhueta-facebook

A rede social mais popular do mundo. Uma rede social que tem 103 milhões de usuários ativos, sendo 54% do público feminino.

Whatsapp

20160719114600_96019477

Vem se tornando, cada vez mais, um dos aplicativos mais queridos dos usuários. Ele já é muito usado como ferramenta de trabalho para diversos segmentos. Quase 30% da população já utiliza esse aplicativo por dia.

Instagram

como-vender-no-instagram

Um jeito fácil de compartilhar fotos e vídeos o instagram já tem mais de 300 milhões de usuários ativos.

Google+

google

Lançada em 2011, google+ tem 6% dos usuários brasileiros hoje em dia. Apesar de parecer pouco, essa rede social tem uma posição de pesquisa privilegiada, por causa da quantidade de contas que são criadas automaticamente para e-mails.

Novo app de mensagem do Google, Allo

Hoje dia 21 de setembro de 2016, o google libera para download o novo aplicativo de mensagem, Allo. É um aplicativo bem parecido com whatsapp, porém ele tem um toque especial, um sistema de inteligência artificial que interage com as pessoas do bate papo.

google-allo-logo-blue

E um aplicativo que ajuda na hora da conversa, por exemplo, você está conversando com seus amigos e de repente surge uma dúvida sobre o lugar onde vocês vão sair a noite, você não precisa sair da janela entrar no google escrever sua pergunta, esperar o google responder, copiar e colar na janela do bate papo, você simplesmente coloca @google e escreve a pergunta, o google como uma 3 pessoa na conversa te responde o local, dando distância, quanto tempo você demora para chegar no lugar e por aí vai. Mas o google não se limita somente em mapas, qualquer dúvida que você tenha no meio da conversa você pode colocar “@google” e fazer a pergunta. A versão dele ainda é inglês, então ele puxa poucas perguntas em português e as respostas são sempre em inglês, mas isso também não é um problema, porque você também pode pedir o tradutor na mesma janela de bate papo.

E aí? Quem vai baixar o Allo?

Aplicativos para gerenciar sua empresa

Não importa se sua empresa é grande ou pequena, é sempre bom controlar os gastos, investimentos, controle de dados, enfim, cuidar de tudo. E por esse motivo pesquisamos e separamos alguns aplicativos que podem ajudar a você com isso.

GuiaBolso

08172530933292

Um aplicativo responsável por toda a parte financeira, dados organizados em gráficos. Tudo é automático, então você pode começar a controlar tudo logo depois de baixar o aplicativo.

Microsoft Office Mobile

08172726889295

Uma versão mobile do pacote Office onde você pode criar e editar documentos, texto e planilhas, tudo de uma maneira rápido e fácil.

OneNote

08173720551315

Uma novidade fresquinha é a Microsoft OneNote, um aplicativo que interpreta um caderno onde você pode escrever o que quiser colocar imagens, videos de áudios.

Controle de vendas

08173934962316

Se você tem um negócio relacionado com vendas, esse aplicativo é para você. Ele criar um cadastro de clientes e vendas, receber notificações de cobranças, emitir relatórios completos e fazer backup dos dados.

Quais os aplicativos para Android são mais usados no Brasil?

Nesta última quarta-feira, 24, foi realizada em São Paulo a primeira edição do GMIC (Global Mobile Internet Conference). A conferência reuniu empreendedores, executivos e investidores da área da tecnologia para discutir quais os aplicativos mais populares e o futuro do setor da internet móvel.

O laboratório de estatística Cheetah Global Lab revelou durante o evento algumas informações sobre os aplicativos mais populares para smartphones entre os brasileiros. Foi feito um ranking elaborado pela empresa que leva em consideração a quantidade de usuários ativos diariamente. Confira o ranking:

1 – WhatsApp
2 – Facebook
3 – Google Chrome
4 – Google
5 – YouTube
6 – Facebook Messenger
7 – CM Security AppLock AntiVirus
8 – Clean Master (Boost & AppLock)
9 – Google Play Services
10 – Instagram

Os dados foram coletados no início do mês de agosto. Também foi elaborado em ranking paralelo, mostrando dados em porcentagens referente ao número de usuários ativos a cada categoria em relação ao número de usuários de android.

1 – Comunicação (97%)
2 – Ferramentas (95%)
3 – Social (86%)
4 – Mídia e vídeo (79%)
5 – Fotografia (63%)
6 – Produtividade (54%)
7 – Música e áudio (52%)
8 – Entretenimento (41%)
9 – Viagem e localização (33%)
10 – Finanças (22%)

Instagram libera perfil para empresas no Brasil

O Instagram anunciou, nesta segunda-feira, 15, que está liberando o perfil para empresas e as novas ferramentas para negócios da plataforma no Brasil.

Somente empresas terão acesso à conta de negócios, sendo que é necessário ter, pelo menos 100 seguidores, e uma página no Facebook. As métricas para medição de audiência não poderão ser usadas por influenciadores na rede social ou celebridades.

O novo perfil conta com um botão para que os consumidores possam entrar em contato por telefone, texto ou e-mail, com a empresa. Além disso, também é possível incluir endereço físico. Os administradores também terão acesso à informações sobre os seguidores, posts que possuem melhor desempenho, dados de audiência e outras informações importantes para a criação de conteúdo relevante para o consumidor.

Nos próximos meses, o Instagram deve incluir a possibilidade de promover as publicações, assim como no Facebook, e um botão de “Saiba mais” para engajar o público.

Fonte: Olhar Digital

Maketing Digital nas eleições 2016

É senso comum entre, partidos, coligações e candidatos que esta eleição vai ser decidida com o marketing praticado na internet , principalmente nas redes sociais. Em algumas cidades um vereador consegue se eleger com 300 ou 400 votos e esse eleitorado é facilmente atingido com seu perfil de amigos nas redes sociais.

Mas da mesma forma com que as redes sociais e o marketing digital serão utilizados para promover candidatos, também serão usados por seus opositores para denegrir e muitas vezes caluniar o oponente. Pensando nisso o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), em seu regimento, estipula regras de conduta com relação a publicidade na internet.

Com relação ao marketing na internet o candidato, de acordo com o art. 36 da Lei 9.504/1997, pode:

1- Desenvolver um site do candidato, do partido ou da coligação, com endereço eletrônico comunicado à Justiça Eleitoral e hospedado, direta ou indiretamente, em provedor de serviço de internet localizado no Brasil;

2- Pode divulgar esse site em redes sociais, email mkt e whats app.

3- Enviar emails e outros serviços de mensagem eletrônica (incluindo Whats app) para endereços cadastrados pelo candidato, partido ou coligação, desde que permita o descadastramento pelo destinatário em um prazo máximo de 48h;

4- Se utilizar de blogs próprios, redes sociais, sites de mensagens instantâneas ou semelhantes, como conteúdo produzido ou editado pelo candidato, partido ou coligação.

5- Compartilhar imagens de eleitores ou depoimentos de qualquer pessoa em sua rede social. Também de acordo com o mesmo regimento, fica proibido:

1- Veiculação de qualquer tipo de propaganda eleitoral paga, inclusive anúncios impulsionados, e links patrocinados.

2- Publicação de propaganda eleitoral, mesmo que gratuitamente, em sites de pessoas jurídicas, igrejas, escolas, sindicatos e ONGs.

3- Envio de mensagens eletrônicas ( emails e whats app também) para bases comparadas ou usuários não cadastrados, o popular SPAM.

4- utilização de publicidade via telemarketing, em qualquer horário;

5- Publicação de notícias sem fontes ou atribuição de autoria indevida, inclusive a outos candidato, partido ou coligação.

6- Veiculação de notícias apócrifas, de cunho racista ou pre-conceituosas, ou ainda que afetem a honra de outos candidatos, partidos ou coligações.

7- Criação de sites, blogs ou perfis apócrifos (Fakes), que incentivem injúrias contra pessoas , candidatos, partidos ou coligações.

O não cumprimento do que está estabelecido na lei pode levar à pena de multa no valor de R$ 5.000,00 a R$ 30.000,00, dependendo do caso.

Além dessas penalidades, de acordo com o Marco Civil da Internet, que prega a neutralidade na rede, toda a pessoa (eleitor ou assessor eleitoral), que compartilhar essas informações é responsável pelas suas publicações , podendo levar a pena até 3 anos de reclusão.

Toda essa regulamentação se faz necessária, visto que a internet é hoje um dos principais canais de informação dos eleitores, no entanto, uma barreira técnica ainda precisa ser transposta para a penalização de candidatos e partidos, como por exemplo se uma pessoa física fizer um post patrocinado de um candidato A ou B. Nesse caso a justiça eleitoral tem agido somente através de denuncias e tem aplicado penas brandas, como pagamento de cestas básicas ou o arquivamento do processo.

O grande juiz de todo esse processo será novamente o eleitor, sabendo de candidatos que, mesmo nas eleições já praticam crimes ou desrespeitam as regras, não podem ocupar cargos públicos e representar a população.

Se quiser saber mais como divulgar seu canditado, partido ou coligação, entre em contato com a digideias, temos Know How nesse tipo especial de marketing, com muitos cases de sucesso e podemos ajudar seu candidato a se eleger.

Facebook do futuro

Mark Zuckerberg deu uma entrevista extensa e bem detalhada ao site The Verge, falando sobre o futuro da sua empresa, da internet, comunicação entre outras coisas.

de47dfaf373635406d20781c4ebc7d9d

Após dez anos do “nascimento” do Facebook, ele explica que a rede finalmente entendeu qual é o seu motivo de existir, é conectar as pessoas que não têm conexão com a internet, mas para isso a empresa precisa enfrentar três obstáculos diferentes que são:

  • Acessibilidade;
  • Disponibilidade;
  • Conscientização;

Mark explica que a principal delas é a disponibilidade, “Mesmo que tivessem um telefone, essas pessoas não teriam um sinal [de internet], já que não há nenhuma fibra ou nenhuma rede de banda larga móvel onde eles vivem”. Mas esse não é o único problema, ele afirma que 1,6 bilhões de pessoas convivem com esse desafio de conexão.

Mark-Zuckerberg-Facebook

E como as ideias surgem dos problemas, foi nesse momento que a empresa viu que precisava desenvolver tecnologias alternativas. As ideias a principio foram um voo inaugural de Aquila que aconteceu nesta semana. E um avião movido à energia solar que envia sinais de internet enquanto sobrevoa a região.  Zuckerberg estava presente neste primeiro voo. “Sabe, se você me dissesse, quando eu ainda estava começando o Facebook, que um dia eu iria construir aviões, eu diria que você era louco. Porém, os aviões são muito importantes para cumprirmos a missão de conectar todo o mundo.”

Para resolver o “problema” acessibilidade, Zuckerberg sugere duas aproximações: tornar os dados mais baratos ou utilizar menos dados. Fornecer desenhos e tecnologias sem cobrar direitos de uso é uma das estratégias que já está nos planos do Facebook.

“Se podemos salvar os bilhões da indústria de telecomunicações, isso será revertido na forma de preços mais baixos de dados para os consumidores”, diz ele, de forma otimista.

E a última questão é conscientizar todas as pessoas que podem ter internet, mas nunca experimentaram e por esse motivo acham que se conectar é algo dispensável. O Facebook trabalha com um programa chamado Free Basics, que permite acesso de graça a serviços essenciais. E depois que essas pessoas entrarem em contato com esse mundo elas vão aceitar a pagar pelo acesso.

Inbound Marketing e Marketing Digital

Inbound Marketing é um dos termos mais em alta no marketing digital, e o seu significado é bastante amplo, uma das melhores definições para ele é o que foi dado pela empresa HubSpot, que foi a responsável pela criação do conceito.

Inbound Marketing pode ser considerado qualquer tática de marketing que se baseia em ganhar o interesse das pessoas ao invés de comprá-lo.”

Um dos maiores princípios apresentados pelo Inbound Marketing é a chamada conversão do funil de leads, que transforma leads em clientes e clientes em divulgadores. Existem três pontos cruciais que constituem a base para um bom Inbound Marketing.

  • Lugar
  • Tempo
  • Conteúdo

Ao oferecer o conteúdo correto, no tempo certo, em lugares certos, para as pessoas corretas, as informações são muito melhor recebidas. O grande desafio é este, juntar todos os fatores para que a comunicação alcance o público da maneira mais eficaz possível.

Para isso pode-se trabalhar com cinco pontos importantes:

Marketing de Conteúdo – Qual conteúdo produzir, para quem produzir, onde este conteúdo é consumido.

Ciclo de Compra – Entender como o seu publico se comporta nos passos até conclusão da compra e também no pós compra.

Personalização – Quanto mais informações se têm sobre os clientes em potencial, mais efetiva é a interação com eles, possibilitando a geração de conteúdos que eles realmente gostariam de receber, comunicando-se com cada um de maneira exclusiva.

Multimarcas – Entender onde o cliente está consumindo conteúdo na internet, o tempo que gasta no Facebook, as buscas no Google, os blogs que lê, e através desses meios atingi-los.

Integração – Todo o conteúdo de que é criado precisa estar alinhado e mensurado para que a personalização seja mais efetiva.

Alguns dos artifícios que são usados são blogs, social media, SEO, landing page e a conversão de visitantes no site em leads, ou seja, transformar visitantes ocasionais em pessoas cujos dados são de nosso conhecimento, e estes dados virem a ser utilizados em ações. Para tanto, precisamos que as pessoas forneçam estes dados para que seja gerada a database, e pra isso é necessário que ofereçamos algo em troca, e como produto de troca podemos utilizar um e-book, uma consultoria grátis, a liberação de uma amostra de algum serviço online, algo que gere interesse no cliente e o estimule  a fornecer seus dados.

Mas o Inbound Marketing é uma tática multifacetada, engloba desde a identificação de clientes em potencial até a fidelização de clientes efetivos, transformando-os em  divulgadores engajados de sua marca.

Para isso é necessário que o cliente esteja plenamente satisfeito e feliz com o produto, um cliente satisfeito pode aumentar as suas compras e se tornar um divulgador.

Para que o potencial do cliente seja utilizado em sua totalidade precisamos de uma boa relação após a concretização da venda, algumas táticas que podem ser usadas para isso são as seguintes:

  • Pesquisa de satisfação – utilizando as pesquisas podemos ter acesso ao ponto de vista e satisfação do cliente, e também os pontos nos quais pode-se melhorar o processo de venda.
  • Gerenciamento de comunicação – Esta é a fase na qual é necessário um bom gerenciamento dos anúncios e comunicações feitas ao cliente, pois é desnecessário que sejam ofertados para ele produtos e promoções às quais ele já adquiriu, em contra partida podem existir produtos que ele ainda não conheça.
  • Monitoramento – Tudo o que os clientes falam sobre sua marca na internet é importante, é preciso que estes comentários feitos em mídias sociais, site próprio, sites de reclamações e outros sejam levados em conta, duvidas sempre precisam ser respondidas e conteúdos com relevância precisam ser oferecidos, a marca necessita demonstrar dedicação ao cliente, mostrando que ele é importante.

Ao fim de tudo isso, temos um cliente satisfeito e com uma boa impressão sobre a marca, temos também um divulgador em potencial, sendo ele próprio um meio de criar uma boa imagem da marca, pois suas experiências sempre foram satisfatórias

Mudanças no Instagram que beneficiam as empresas

Mudanças no Instagram foram recentemente apresentadas ,a rede social de fotos comprada em 2012 pelo Facebook lançou um novo tipo de perfil para empresas, de modo a ajudar as marcas a potenciar a sua presença na plataforma que conta com mais de 400 milhões de usuários.

Com as novas funcionalidades o perfil corporativo terá informações básicas sobre a empresa, contato com os usuários para facilitar a comunicação, além da geolocalização das empresas que permitirá, por exemplo, encontrar a loja mais próxima. Esses perfis também poderão fazer a promoção e divulgação de produtos selecionados por categorias.

instagram-para-negocios

modelo de mudanças no instagram
Mudanças no instagram

O Instagram tem apresentado um grande crescimento e são postadas quase 80 milhões de fotos na sua plataforma por dia. Esse novos recursos ainda estão em testes e devem estar a disposição de empresas a partir do próximo mês, mas mesmo sem esses recurso milhares de empresas já tem obtido um ótimo resultado utilizando o Instagram.

A Digideias é um exemplo de bons resultados, alguns clientes já possuem mais de 100 mil seguidores nessa plataforma e geram tráfego selecionado e de alto engajamento para o seu site.

Quer saber mais? Entre em contato conosco, será um prazer ouvir sua estratégia. contato@digideias.com.br 41 32629765